Para ou Pra

Surgiu aquela dúvida na hora de escrever para e pra? Veja como usar cada uma da forma certa.

O emprego das palavras “para” e “pra” está correto, desde que quando utilizadas como preposições. No entanto, deve-se atentar ao uso de cada um delas, que deve ser feito em situações diferentes.

“Para” é a forma mais correta de escrita, utilizada tanto na linguagem escrita quanto na falada. Já a palavra “pra” é uma maneira informal da mesma preposição, mais utilizada na linguagem falada ou em textos que permitam a descontração no uso da palavra.

Para e pra estão corretas

Para

A palavra “para”  tem origem no latim “per ad”, e seu uso, bem variado, pode indicar direção, finalidade, combate, intenção, avaliação, quantidade equivalente, propriedade e utilidade.

Como o uso da palavra “para” está sempre correto, quando necessário o seu uso. O mais indicado é que ela seja usada na escrita sempre.

Exemplos com Para

  • Nós fomos para a pracinha brincar. (direção);
  • Este livro é para mim? (finalidade);
  • Ela é muito bonita para a idade que tem. (avaliação);
  • Ela correu para alcançar o ônibus. (finalidade);
  • Essa música é para refletir. (propriedade);
  • Rato está para queijo assim como galinha está para milho. (equivalência);
  • Roupas para lavar. (utilidade).

Pra

A palavra “pra” não está errada e, inclusive, figura no vocabulário ortográfico da Academia Brasileira de Letras como a forma reduzida de “para”. Portanto, basta saber como utilizá-la, e quando.

Possui os mesmos significados de “para”.

Exemplos com Pra

  • Eu vou pra Copacabana;
  • Este livro é pra mim?
  • Nós fomos pra pracinha brincar;
  • Você vai pro Rio de Janeiro de férias?
  • Vou correr pra a aula, caso contrário vou perder o horário;
  • Você trouxe café pros diretores?

Atualizado em: 24/04/2018 na categoria: Como Escrever Corretamente