» » Plural de Mel

Plural de Mel

A palavra mel é uma curiosa exceção da língua portuguesa, pois possui dois plurais diferentes e igualmente corretos: méis e meles.

Méis

Esta forma plural de mel vem da mesma regra que forma os plurais de diversas palavras terminadas com a letra –l. Segundo essa regra, retira-se o –l final das palavras e se acrescenta –is, como em papel, que fica papéis no plural.

Meles

O segundo plural possui uma origem mais antiga ainda. A regra acima mencionada surgiu com a evolução das regras gramaticais do português brasileiro, mas a que justifica o plural de mel vem do Latim, a língua que originou não só o português, mas todas as línguas latinas que conhecemos hoje.

No latim, todos os plurais eram formados da mesma forma. Só era preciso acrescentar o –s ao final das palavras terminadas em vogais e –es ao final das palavras terminadas em consoantes, como mel, que ficava meles no plural.

Mas esse foi o único plural que se manteve nessa regra. Não está certo, por exemplo, querer escrever o plural de azul como “azules”.

Exemplos com o plural de mel

  • As abelhas produzem diferentes tipos de méis;
  • Eu comprei dois tipos de meles para experimentar hoje;
  • O mel de abelha jatuí é um dos méis mais raros da natureza.

Atualizado em: 22/11/2018 na categoria: Plural