» » Dormir ou dormi: Como conjugar?

Dormir ou dormi: Como conjugar?

Muito além da presença ou ausência do r, existem diferenças significativas entre as palavras dormir e dormi, havendo a necessidade de que seus respectivos sentidos e usam sejam conhecidos, assim evitando dúvidas e erros. Entenda melhor:

Dormir ou dormi?

As duas possibilidades estão corretas e podem ser formalmente utilizadas de acordo com as normas formais do português. Contudo, os critérios acerca das mesmas vão além de certo ou errado, sempre preciso entender as diferenciações entre elas no que diz respeito ao sentido e tempo ao qual se refere.

Isso acontece porque dormir e dormi correspondem a conjugações diferentes do verbos, apresentando tempos verbais distintos e, diante disso, representando sentidos opostos quando a atos que já aconteceram e outras que ainda podem estar por vir, por exemplo.

Quando usar dormir?

Dormir é um verbo que pode ser utilizado para falar tanto de algo que acontece no presente quanto algo que se relacionado ao tempo futuro, sendo ainda conjugado de diversas outras maneiras, mas mudando sua grafia nesses casos.

Dormir ganha o sentido de estado profundo de sono, aquele momento do dia onde podemos descansar e nos desligar momentaneamente do mundo para um merecido descanso. É um ato que todo ser humano faz por diversas vezes ao longo da vida, e costuma estar dentre os preferidos de muita gente.

Exemplos com dormir:

  • Amanhã, eu vou dormir até tarde.
  • Ele foi dormir tarde, não deve acordar logo.
  • Vou dormir agora, me acorde às 8h, por favor.
  • Estou tão cansada, que vou dormir como se não houvesse amanhã.

Quando usar dormi?

Dormi, por sua vez, está incluido no pretérito perfeito simples, se referindo a algo que já aconteceu. Assim, esse termo deve ser utilizado para falar do ato de dormir ocorrido em um momento anterior, podendo citar questões como horário, por exemplo.

Outro detalhe é que essa palavra também possui sentido pessoal, se referindo sempre a si mesmo, como em “eu dormi”, onde eu enquanto sujeito, falo da minha ação de ter dormindo anteriomente, no passado.

Exemplos com dormi:

  • Dormi até tarde e acordei renovada.
  • Ontem eu dormi pouco, estou cansada ainda.
  • Quando dormi, tive vários sonhos.
  • Eu dormi cedo, mas ainda não foi o suficiente.

Atualizado em: 25/04/2022 na categoria: Conjugação Verbal