Vim ou Vir

Uma dúvida muito presente quando a língua portuguesa é sobre o uso das palavras vim ou vir e, no caso delas, ambas estão corretas e podem ser utilizadas sem que erros se façam presentes, desde que se tenha atenção quanto ao seu uso, tendo em vista que não são sinônimos e por isso, possuem colocações distintas.

Diferença entre vim e vir

Apesar da semelhança entre os termos, inclusive por ambos serem verbos irregulares, suas diferenças vão além do m ou r ao final de cada uma delas. A palavra vim, por sua vez, deve ser empregada ao se referir ao tempo passado, relatando determinada ação que já aconteceu e foi finalizada em um tempo anterior ao momento em que se fala.

Já vim, tem seu uso associado a um tempo que não seja o passado, sendo esse o grande ponto de diferenciação com relação a vim. Para além disso, vir menos presentemente também pode estar associado do sentido de ver alguém, também fugindo do pretérito, ou seja, do tempo que já aconteceu.

Exemplos com “vim”

  • Ontem eu vim mais tarde, mas consegui aproveitar o tempo que tive.
  • Preferi vim a pé para me exercitar um pouco no caminho.
  • Eu vim mais cedo por conta do medo de me atrasar.
  • Sei que não vim tão arrumada, mas não tive tempo.
  • Eu quis vim acompanhada para evitar alguma confusão.

Exemplos com “vir”

  • Para vir até mim, basta seguir a localização no aplicativo.
  • Se quiser vir, basta mandar uma mensagem antes.
  • Amanhã você poderá vir me visitar?
  • Ela acabou de avisar que não poderá vir por motivos pessoais.
  • Todo mundo quer vir, mas nem todos foram convidados.

Atualizado em: 26/10/2021 na categoria: Como Escrever Corretamente


.