» » Devagar, de vagar ou divagar

Devagar, de vagar ou divagar

Escreva corretamente, tirando as suas dúvidas sobre as palavras: devagar, de vagar ou divagar.

Devagar, de vagar ou divagar

Ambas as formas de escrita estão corretas, pois existem no português. Divagar é um verbo, como: “Pare de divagar”. Devagar é um advérbio, principalmente: “Ande devagar”, mas pode ser um adjetivo: “Você é devagar”. De vagar é uma sequência “de” sequência da preposição junto do verbo “vagar”: Ele gosta de vagar pelas ruas.

Alguns exemplos:

  • Começarei a divagar sobre outros assuntos.
  • Vá devagar e chegue em segurança.
  • Ele gosta de vagar pelas ruas à noite.

O verbo divagar refere-se a interromper um assunto para poder falar sobre outro, assim como falar coisas sem qualquer lógica. Também se refere a ficar sonhando e devaneando, como ao ato de deambular sem rumo, vaguear sem direção. É sinônimo de fantasiar, sonhar, errar, perambular, delirar, entre outros.

Exemplos:

  • Minha amiga fica horas divagando e escrevendo poemas.
  • Vou parar de divagar e falar os pontos mais importantes.

Devagar é um advérbio que indica algo deito sem pressa, de forma progressiva ou sem brusquidão. É sinônimo de vagarosamente, lentamente, docemente, suavemente, entre outros. O adjetivo mostra uma pessoa lenta não expedita.

Exemplos:

  • O bebê anda bem devagar.
  • Falarei devagar para você me entender.
  • Coma devagar, não precisa se desesperar.

De vagar pode ocorrer no português também:

  • Às vezes eu tenho necessidade de vagar pelas ruas.
  • Ela quem se lembrou de vagar esse espaço para você.

Atualizado em: 10/05/2018 na categoria: Junto ou Separado