Xará ou Chará

Fique informado sobre as principais regras para conseguir utilizar de maneira adequada as palavras xará ou chará sem cometer erros em suas produções de texto.

Xará ou Chará

A forma correta é xará, com “x”. Chará, com “ch” é considerada errada, devendo ser evitada na construção de períodos.

Isso acontece porque é uma palavra indígena, derivada do tupi. De acordo com as regras da língua portuguesa, palavras de origem indígena e esse tipo de fonema são, obrigatoriamente, escritas com “x”.

Como já foi dito, a palavra xará tem sua origem na expressão em tupi xa’ra”  que significa “aquele que tem meu nome”. É um substantivo comum de dois gêneros, pois é escrito igualmente, independente do gênero (masculino ou feminino).

Significado de Xará


Xará pode ser usado para indicar uma pessoa que possui um nome igual ao de outra, ou ainda um tratamento informal usado para nomear a pessoa com quem está se falando.

Outros significados para xará são: bosque, floresta, matagal, dança pertencente ao fandango gaúcho ou animal de pelo crespo.

Exemplos com Xará

  • Este colega de escola é meu xará e um grande amigo;
  • Vamos passear naquele xará;
  • Aquele cavalo xará é muito bonito;
  • Como vai você xará?
  • Os dançarinos de xará ensaiaram por muito tempo para fazer bonito no festival.