Extra-judicial ou extrajudicial

Pretende conhecer as principais regras relacionadas com o uso em frases das palavras extra-judicial ou extrajudicial? Vamos mostrar suas origens, significados e formas de utilização a seguir neste texto.

Extra-judicial ou extrajudicial.

Para conseguir utilizar estas expressões de maneira adequada é preciso saber que a forma correta consiste em extrajudicial e o seu formato com hífen entre elas não deve ser adotado.

A sua formação ocorre pelo processo de derivação prefixal com a adição da palavra extra à palavra primitiva judicial. Até o ano de 2009 esta expressão era escrita usando hífen, mas a partir deste ano mudou.

Esta mudança ocorreu em virtude da adoção do Novo Acordo Ortográfico segundo a qual o hífen deve ser usado somente quando o prefixo termina com a mesma letra que inicia a segunda palavra ou ainda quando a mesma se inicia com a letra h.

É classificada como um adjetivo uniforme porque tem a mesma forma de escrita tanto no gênero masculino como no feminino tendo como significado indicar alguma coisa que foi feita sem o seguimento dos trâmites legais corretos ou ainda feito fora dos registros nas autoridades jurídicas.

Exemplos:

O acordo extrajudicial entre as partes foi o suficiente para conseguir resolver o problema.

A resolução das questões pelo meio extrajudicial garante uma série de benefícios e economias para eliminar os problemas existentes.